Product

REGANESTH® Agulha espinhal Pencil-point 25G x 120 mm com introdutor

Número de pedido: 79.8081.840
REGANESTH® Agulha espinhal Pencil-point 25G x 120 mm com introdutor

Descrição do Produto

Número de pedido 79.8081.840
Descrição do artigo Agulha espinhal, Pencil-point, 25G x 120 mm, conexão: Luer (w), com introdutor: 20G x 40 mm

Características do produto

Campo de aplicação anestesia regional
Cor de codificação laranja
Introdutor 20 G / 0,9 mm
Ponta afiada Pencil-point
Conexão Luer (w)

Dimensões

Diâmetro da cânula (externo) 25 G / 0,5 mm
Comprimento da cânula 120 mm

Pureza e certificação

Produto segundo MPG ou IVD Produto médico
Certificação CE CE0482 (Medcert)
Esterilização Esterilização a gás
Número de lote ou de série sim

Embalagem

Quantidade mínima do pedido 20
Unidades por caixa interna 20
Unidades por caixa 400
Unidades por palete 19200
Profundidade da embalagem externa 464 mm
Largura da embalagem externa 313 mm
Altura da embalagem externa 220 mm
Volume da embalagem externa 0,032 cbm
Peso do produto 0,0036 kg
Peso da embalagem externa 3,32 kg
EAN da caixa interna 4028339112726
EAN da embalagem externa 4028339112757
Especificação do produto

General

  • +

    Uma agulha ponta de lápis reduz a cefaleia pós-puncional?

    A causa da cefaleia pós-puncional é a perda de líquido cefalorraquidiano através do local de perfuração na dura-máter. A utilização de uma cânula tão fina quanto possível e a configuração atraumática da ponta pencil-point levam a uma resistência substancialmente maior da dura-máter e a um furo de punção muito pequeno. Isto permite reduzir significativamente a cefaleia pós-puncional.

  • +

    Qual a relevância de um diâmetro grande da abertura lateral na ponta da agulha?

    Um diâmetro grande do olhal lateral não é relevante. Segundo as leis da mecânica dos fluidos, o princípio da seção transversal mínima, uma abertura lateral adaptada ao diâmetro interno provoca um débito rápido do líquido cefalorraquidiano e uma injeção ideal do anestésico.

  • +

    Por que as cânulas espinhais SARSTEDT também estão disponíveis com conector não Luer?

    Durante a realização de anestesias regionais, tem se verificado nos últimos anos, em todo o mundo, um aumento de medicações erradas devido a trocas acidentais de acessos neuroaxiais e intravenosos.

    Para proteger os pacientes de trocas acidentais no futuro, foi desenvolvida a série de normas ISO 80369. Ela recomenda o trabalho com conectores em separado, mesmo na área da anestesia regional.

    Assim, a fim de satisfazer estas necessidades e com o intuito de aumentar a segurança do paciente, nós oferecemos a partir de agora instrumentos e acessórios para anestesia regional com conectores não Luer NRFitTM, que reduzem substancialmente a ocorrência de incidentes causados por medicação errada em aplicações intravenosas e técnicas de bloqueio neuroaxiais.

    O conector não Luer NRFitTM foi especialmente desenvolvido para a anestesia regional e se caracteriza pela incompatibilidade com os conectores Luer, apesar de se basear no princípio de funcionamento do conector Luer. Isto permite uma passagem cômoda de um sistema para o outro sem a trabalhosa adaptação a um novo manuseio.

    Os produtos NRFitTM podem ser reconhecidos não apenas pelo respectivo logotipo, mas também pelas marcações amarelas nas embalagens e nos próprios produtos. Dessa maneira, eles podem ser rapidamente distinguidos dos outros e identificados como parte da anestesia regional.

  • +

    Como são definidas as espessuras de agulha através dos tamanhos de Gauge?

    Gauge é uma designação provenientes do inglês e uma unidade de medida para a largura ou a amplitude ou o diâmetro externo de cânulas e tubos flexíveis. O número em Gauge tem uma relação recíproca com o diâmetro, ou seja, quanto maior for G, menor é o diâmetro.  A conversão para milímetros, o diâmetro externo e a codificação por cor está padronizada pelas normas EN ISO 6009 e EN ISO 9626.

  • +

    Por que as cânulas espinhais SARSTEDT também estão disponíveis com conector não Luer?

    Durante a realização de anestesias regionais, tem se verificado nos últimos anos, em todo o mundo, um aumento de medicações erradas devido a trocas acidentais de acessos neuroaxiais e intravenosos.

    Para proteger os pacientes de trocas acidentais no futuro, foi desenvolvida a série de normas ISO 80369. Ela recomenda o trabalho com conectores em separado, mesmo na área da anestesia regional.

    Assim, a fim de satisfazer estas necessidades e com o intuito de aumentar a segurança do paciente, nós oferecemos a partir de agora instrumentos e acessórios para anestesia regional com conectores não Luer NRFitTM, que reduzem substancialmente a ocorrência de incidentes causados por medicação errada em aplicações intravenosas e técnicas de bloqueio neuroaxiais.

    O conector não Luer NRFitTM foi especialmente desenvolvido para a anestesia regional e se caracteriza pela incompatibilidade com os conectores Luer, apesar de se basear no princípio de funcionamento do conector Luer. Isto permite uma passagem cômoda de um sistema para o outro sem a trabalhosa adaptação a um novo manuseio.

    Os produtos NRFitTM podem ser reconhecidos não apenas pelo respectivo logotipo, mas também pelas marcações amarelas nas embalagens e nos próprios produtos. Dessa maneira, eles podem ser rapidamente distinguidos dos outros e identificados como parte da anestesia regional.

De volta ao topo